O Programa

Conheça a história do Programa Revitalização de Nascentes

O que é o Programa Revitalização de Nascentes?

O Programa Revitalização de Nascentes junta-se aos esforços que visam tornar nosso ambiente sustentável, pois a água não pode mais ser considerada um recurso inesgotável.

Extensos e indiscriminados desmatamentos reduziram de forma drástica a cobertura florestal do planeta. Eles não pouparam nem as florestas protetoras de nascentes e as existentes às margens de rios, riachos e ribeirões, o que passou a se refletir na progressiva escassez de água.

Para minimizar o problema e assegurar os suprimentos necessários à população é importante administrar da forma mais apropriada possível as bacias hidrográficas. Uma das primeiras providências inclui a proteção das áreas responsáveis pelo abastecimento dos cursos d’água, para que a água das chuvas possa ser interceptada pela vegetação e retida pelo solo, podendo fluir de forma gradual em direção aos corpos d’água.

Para garantir o abastecimento de água é fundamental proteger os mananciais. Devem ser realizados reflorestamentos nas áreas de preservação permanente, com o foco voltado para as nascentes e as faixas ciliares dos cursos d’água. Ao mesmo tempo, devem ser implantados programas de educação ambiental que assegurem a manutenção das áreas recuperadas e a compreensão pela comunidade da importância a conservação das mesmas.

Histórico do Programa Revitalização de Nascentes

O município de São José dos Campos promove desde 2006 a revitalização de 33 nascentes degradadas, localizadas em áreas públicas urbanas, por meio da revegetação de suas Áreas de Preservação Permanentes (APPs). Desta forma, procura contribuir, mediante ações locais, para a melhoria das condições da Bacia do Rio Paraíba do Sul.

Para subsidiar os trabalhos de revitalização das nascentes foi criado um programa de Educação Ambiental para ser desenvolvido junto às escolas próximas às nascentes. Para tanto, foram criados materiais didáticos e informativos e as escolas parceiras participaram de atividades de campo para o monitoramento da qualidade da água, realizando coleta e análise de água e executando plantio de mudas.

A partir de 2010, a então Secretaria do Meio Ambiente de São José dos Campos (SEMEA) passou a adotar o conceito de Educomunicação para fundamentar as ações do Programa de Revitalização das Nascentes. Desde então, cursos de formação em Educomunicação e capacitação técnica em linguagem audiovisual foram oferecidos aos professores e alunos multiplicadores.

De 2011 à 2013 foram promovidas as “Mostras de Vídeos Ambientais”, eventos nos quais as produções audiovisuais produzidas pelos estudantes foram socializadas, sendo as melhores práticas premiadas. No total foram produzidos 72 vídeos de curta duração que traduzem a perspectiva de alunos e professores em relação à recuperação e preservação das áreas no entorno das nascentes.

Após três anos (2014 a 2017) sem que fossem realizadas atividades junto às escolas parceiras, em 2018 o Programa Revitalização de Nascentes é retomado, mediante a realização de um novo processo formativo junto aos professores e alunos, bem como a organização de uma nova mostra de vídeos ambientais.